logo
Entre em contato e saiba mais sobre como a DataUnique pode transformar seu negócio.

Fale Conosco

contato@dataunique.com.br
(62) 3932-2512
banner-winthor-sidebar
 

LAB – Macetes Linux parte 2

LAB – Macetes Linux parte 2

banner-winthor-header

Introdução

Este artigo tem como objetivo continuar a demonstração de alguns comandos Linux uteis para o
gerenciamento do Sistema Operacional, você aprenderá alguns macetes sobre vários comandos típicos além
de variações de utilização.
Ressalto que os comandos aqui executados podem sofrer variações dependendo da versão do Sistema
Operacional utilizado ou do kernel específico compilado.

Pré-requisitos

Este artigo necessita de um sistema operacional Linux de 64 bits, preferencialmente a distribuição
Oracle Linux 7.5.

Macetes Linux

1) Comando dig (domain information groper) é o substituto do comando nslookup e tem como
verificar a resolução de nome de um host.

dig dataunique.com.br
; <<>> DiG 9.9.4-RedHat-9.9.4-51.el7_4.1 <<>> dataunique.com.br
;; global options: +cmd
;; Got answer:
;; ->>HEADER<<- opcode: QUERY, status: NOERROR, id: 29594
;; flags: qr rd ra ad; QUERY: 1, ANSWER: 1, AUTHORITY: 0, ADDITIONAL: 1
;; OPT PSEUDOSECTION:
; EDNS: version: 0, flags:; udp: 512
;; QUESTION SECTION:
;dataunique.com.br. IN A
;; ANSWER SECTION:
dataunique.com.br. 299 IN A 77.104.145.238
;; Query time: 108 msec
;; SERVER: 8.8.8.8#53(8.8.8.8)
;; WHEN: Sex Out 26 19:59:57 -03 2018
;; MSG SIZE rcvd: 62
dig dataunique.com.br
; <<>> DiG 9.9.4-RedHat-9.9.4-51.el7_4.1 <<>> dataunique.com.br
;; global options: +cmd
;; Got answer:
;; ->>HEADER<<- opcode: QUERY, status: NOERROR, id: 29594
;; flags: qr rd ra ad; QUERY: 1, ANSWER: 1, AUTHORITY: 0, ADDITIONAL: 1
;; OPT PSEUDOSECTION:
; EDNS: version: 0, flags:; udp: 512
;; QUESTION SECTION:
;dataunique.com.br. IN A
;; ANSWER SECTION:
dataunique.com.br. 299 IN A 77.104.145.238
;; Query time: 108 msec
;; SERVER: 8.8.8.8#53(8.8.8.8)
;; WHEN: Sex Out 26 19:59:57 -03 2018
;; MSG SIZE rcvd: 62

2) Comando fc
O comando fc é utilizado para mostrar o histórico de comandos. A opção mais comum é -l (Letra “L”)
que exibe os 16 comandos mais recentes.

fc -l
blkid
parted /dev/sda
fdisk /dev/sda
lsblk
blkid
exit
df -h
cd /u01
ll
mv p13390677_112040_Linux-x86-64_* stage
ll
cd stage
ll
EXIT
exit
vim /etc/fstab

3) Comando cal

Este comando é utilizado para mostrar o calendário atual do sistema, pode ser combinado a opção -y
para exibir o calendário do ano atual e -m para que as semanas comecem na segunda-feira.

cal
 outubro 2018
Do Se Te Qu Qu Se Sá
    1 2  3  4  5  6
7  8  9  10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31
cal -y –m
 2018
janeiro                 fevereiro               março
Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do
1  2  3  4  5  6  7              1  2  3  4              1  2  3  4
8 9  10 11 12 13 14      5 6  7  8  9  10 11    5  6  7  8  9  10 11
15 16 17 18 19 20 21    12 13 14 15 16 17 18    12 13 14 15 16 17 18
22 23 24 25 26 27 28    19 20 21 22 23 24 25    19 20 21 22 23 24 25
29 30 31                26 27 28                26 27 28 29 30 31
 
abril                   maio                    junho
Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do
                  1        1  2  3  4  5  6                  1  2  3
2  3  4  5  6  7  8     7  8  9  10 11 12 13    4  5  6  7  8  9  10
9 10 11 12 13 14 15     14 15 16 17 18 19 20    11 12 13 14 15 16 17
16 17 18 19 20 21 22    21 22 23 24 25 26 27    18 19 20 21 22 23 24
23 24 25 26 27 28 29    28 29 30 31             25 26 27 28 29 30
30
julho                   agosto                  setembro
Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do
                  1            1 2  3  4  5                     1  2
2  3  4  5  6  7  8     6  7  8  9 10  11 12    3   4  5  6  7  8  9
9 10  11 12 13 14 15    13 14 15 16 17 18 19    10 11 12 13 14 15 16
16 17 18 19 20 21 22    20 21 22 23 24 25 26    17 18 19 20 21 22 23
23 24 25 26 27 28 29    27 28 29 30 31          24 25 26 27 28 29 30
30 31
outubro                 novembro                dezembro
Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do    Se Te Qu Qu Se Sá Do
1  2  3  4  5  6  7              1  2  3  4                     1 2
8  9  10 11 12 13 14    5  6  7  8  9  10 11    3 4 5 6 7 8 9
15 16 17 18 19 20 21    12 13 14 15 16 17 18    10 11 12 13 14 15 16
22 23 24 25 26 27 28    19 20 21 22 23 24 25    17 18 19 20 21 22 23
29 30 31                26 27 28 29 30          24 25 26 27 28 29 30
 31

4) Comando tr

De acordo com o manual do comando tr (man tr) ele é utilizado para traduzir, comprimir e/ou deletar
caracteres da entrada padrão (stdin) escrevendo o resultado na saída padrão (stdout). O comando tr
não trabalha com arquivos é necessário usar um pipe ou redirecionamento para que ele receba os
valores.

echo dataunique | tr 'a-z' 'A-Z'
DATAUNIQUE

5) Comando last

Lista os últimos usuários que se conectaram ao host atual, sendo uma alternativa ao
comando grep Accepted /var/log/secure.

last
root pts/3 192.168.249.31 Sat Oct 27 11:50 still logged in
root pts/2 192.168.249.31 Sat Oct 27 11:44 still logged in
root pts/1 192.168.249.31 Sat Oct 27 11:12 still logged in
root pts/0 192.168.249.31 Sat Oct 27 10:52 still logged in
root pts/0 192.168.249.31 Fri Oct 26 19:20 - 07:32 (12:11)
root pts/1 192.168.249.84 Fri Oct 26 17:32 - 17:49 (00:17)
root pts/1 192.168.249.84 Fri Oct 26 16:54 - 16:59 (00:05)
root pts/1 192.168.249.80 Fri Oct 26 13:17 - 13:58 (00:40)
root pts/1 192.168.249.84 Fri Oct 26 08:13 - 08:40 (00:27)
root pts/1 192.168.249.84 Fri Oct 26 08:12 - 08:12 (00:00)

6) Comando touch

Este comando serve para criar um arquivo vazio, certo? Isto está correto, porém ele
esconde outra utilidade, a de alterar e atualizar os tempos de acesso e modificação de
um arquivo.

stat arquivo.txt
File: “arquivo.txt”
Size: 192 Blocks: 8 IO Block: 4096 arquivo comum
Device: 802h/2050d Inode: 2150634785 Links: 1
Access: (0644/-rw-r--r--) Uid: ( 0/ root) Gid: ( 0/ root)
Access: 2018-10-27 10:58:53.986920435 -0300
Modify: 2018-10-27 10:58:51.243961511 -0300
Change: 2018-10-27 10:58:51.243961511 -0300
Birth: -

Agora que utilize o comando touch para atualizar as informações de tempo deste
arquivo. Primeiro para a data e hora atual e depois para uma data e hora especifica.

touch arquivo.txt
File: “arquivo.txt”
Size: 192 Blocks: 8 IO Block: 4096 arquivo comum
Device: 802h/2050d Inode: 2150634785 Links: 1
Access: (0644/-rw-r--r--) Uid: ( 0/ root) Gid: ( 0/ root)
Access: 2018-10-27 12:31:24.067807182 -0300
Modify: 2018-10-27 12:31:24.067807182 -0300
Change: 2018-10-27 12:31:24.067807182 -0300
Birth: -
touch arquivo.txt -t 201810251000.00
File: “arquivo.txt”
Size: 192 Blocks: 8 IO Block: 4096 arquivo comum
Device: 802h/2050d Inode: 2150634785 Links: 1
Access: (0644/-rw-r--r--) Uid: ( 0/ root) Gid: ( 0/ root)
Access: 2018-10-25 10:00:00.000000000 -0300
Modify: 2018-10-25 10:00:00.000000000 -0300
Change: 2018-10-27 12:32:37.229711572 -0300
Birth: -

Também é possível atualizar as informações de tempo utilizando outro arquivo como
referência.

touch -r arquivo_2.txt arquivo.txt
stat arquivo.txt
File: “arquivo.txt”
Size: 192 Blocks: 8 IO Block: 4096 arquivo comum
Device: 802h/2050d Inode: 2150634785 Links: 1
Access: (0644/-rw-r--r--) Uid: ( 0/ root) Gid: ( 0/ root)
Access: 2018-09-12 14:59:21.472793974 -0300
Modify: 2018-08-20 17:50:34.851869986 -0300
Change: 2018-10-27 12:34:06.687371931 -0300
Birth: -

7) Comando x0vncserver

Este comando é utilizado pelo servidor TigerVNC para tornar qualquer display X acessível
remotamente via VNC, TigerVNC ou visualizadores compatíveis.

yum -y install tigervnc-server
vncpasswd
vncserver
w
USER TTY FROM LOGIN@ IDLE JCPU PCPU WHAT
oracle :0 :0 24Out18 ?xdm? 4:52m 2.11s gdmsession-worker
[pam/gdm-autologin]
x0vncserver -display :0 -PasswordFile /root/.vnc/passwd

Conclusão

O Linux possuiu milhares de comandos úteis e novos comandos são adicionados regularmente. É de
grande importância saber quais comandos são mais uteis para a execução do seu trabalho, espero que consiga
colocar em prática a utilização de alguns comandos apresentados por meio deste artigo.

Thiago Silva

thiago.silva@dataunique.com.br

Nenhum Comentário

Escreva um Comentário

Comentário
Nome
Email
Website